Casal de idosos faz sucesso no Instagram com roupas esquecidas em lavanderia

30 de julho de 2020

O casal taiwanês Wan-Ji, de 83 anos, e Sho-Er, de 84,  tiram fotos com peças de clientes de seu negócio em Taiwan.

Na lavanderia Wansho, no centro de Taiwan, a maior parte das roupas sujas deixada para ser lavada, limpa a seco ou passada a ferro acaba voltando às mãos de seus proprietários. Já as roupas esquecidas, essas acabam virando looks estilosos publicados no Instagram.

São blusas, calças e saias vestidos pelo casal octogenário,  Wan-Ji, de 83 anos, e Sho-Er, de 84, que ficaram mundialmente conhecidos pelas poses e looks montados entre as centenas de peças abandonadas por clientes distraídos.

Ninguém ficou mais surpreso com essa fama que o neto do casal, Reef Chang, o estilista improvisado. “Fiquei realmente chocado! Não imaginava que estrangeiros fossem se interessar por meus avós”, diz.

A ideia da conta no Instagram partiu dele. O motivo, a princípio, era pelo fato da empresa da família estar sofrendo com a crise do coronavírus e os avós temiam sair enquanto Taiwan não adotasse medidas mais eficazes para conter a pandemia. “Como eles não saíam e não tinham nada para fazer, vi que estavam entediados e queria alegrar a vida deles um pouco”, explica Chang.

O carisma e a vitalidade de Wan-Ji e Sho-Er se tornaram virais pelas redes do mundo inteiro, e a fama já se mostrou presente no próprio bairro onde vivem, o que deixou a senhora surpresa, mas também confusa. “Quando ela [Sho-Er] foi fazer compras de supermercado, as pessoas na rua a reconheceram e a chamaram pelo nome. Ela disse: ‘Eu não conheço você, por que você sabe meu nome?”, escreveu o neto no post de comemoração de 100 mil seguidores do perfil no Instagram, que hoje (30/07) já soma 562 mil.

Mesmo que ainda esteja se acostumando com o sucesso, o casal de Taiwan continua saindo muito bem nas fotos e na missão de quebrar estereótipos de idade ainda existentes.

A lavanderia Wansho abre diariamente das 8h às 21h, exceto quando chove, que o casal às vezes fecha mais cedo, segundo Chang. Ele e a mulher são os únicos funcionários.

A ideia não é ganhar dinheiro com a brincadeira, mas o neto disse que ficaria contente se centenas de pessoas que esqueceram suas roupas voltassem para pagar as contas. “Seria bom conversar com eles e receber o dinheiro”, comenta.

E na manhã da quinta-feira (23), pela primeira vez em quase sete décadas, aconteceu o que eles não imaginavam. Uma cliente, que havia deixado roupas na lavanderia há mais de um ano, viu a notícia e finalmente foi buscar suas peças – e pagar a conta.

Para ver mais lindos registros de Wan-Ji e Sho-Er, basta seguir o Instagram do projeto clicando aqui.

Fonte: Hypeness/Folha de S.Paulo

Inscreva-se

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2020 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados