Slipknot ensina como se adaptar ao uso de máscaras

30 de julho de 2020

Conhecida por usar máscaras ao vivo há anos, a banda fala sobre como pessoas podem se adaptar ao “novo normal” da COVID-19.

Foto: Alexandria Crahan Conway

 

Quando o assunto é máscaras, o Slipknot é uma autoridade.

A banda de metal usa o acessório há anos nos palcos do mundo entre as performances mais viscerais e cheias de energia da indústria, algo amplamente reconhecido e que a maioria das pessoas que já viveu um show dos caras pode testemunhar.

Justamente por isso, a opinião deles acaba sendo bastante interessante nesse período da COVID-19. A pandemia pode ser muito controlada com o uso de máscaras para proteção, e os membros Corey Taylor e Jay Weinberg deram algumas dicas às pessoas que ainda resistem ao equipamento de proteção.

Em entrevista à Spin (via Loudwire), Corey ressaltou a importância de trocar alguns momentos de desconforto pela possibilidade de salvar vidas:

“A questão principal é encontrar uma máscara que sirva. Eu conheço muita gente que reclama dela, tipo, machucando suas orelhas e essas merdas, mas isso é porque a sua máscara é muito pequena. Ou a sua cabeça é muito grande. Qualquer que seja o caso, não tenho certeza. Mas pense nisso dessa forma: você está falando de alguns momentos de desconforto contra a possibilidade de estar morto. Ela se vende.”

Já Weinberg, que entrou no Slipknot no lugar de Joey Jordison em 2014, mostrou que tem uma compreensão sobre o quanto os acessórios simbolizam para a banda ainda que não sejam nem um pouco confortáveis.

Ele falou em entrevista à Metal Circus TV (via Loudwire) sobre a perspectiva de ser um “mal necessário” pelo menos dentro do grupo, ainda que não tenha abordado diretamente a questão do coronavírus:

“Você só tem que lidar com isso, você só tem que aceitar. Não é divertido, não é agradável, não é nada disso, mas é necessário, sem dúvidas.

[No Slipknot] É sobre transmitir arte, e é sobre transmitir a abordagem bem pensada que o Slipknot tem à arte, então é apenas uma parte disso. E eu entendi que isso era um enorme fator da banda quando entrei nela.”

Recado dado: use máscaras!

Fonte: TMDQA!

Inscreva-se

hash track

Peça seu som e ouça no Hashtrack!

Exemplo:
Artista: Neil Young
Música: Rockin' In The Free World
#Esse som é muito marcante pra mim porque foi o primeiro que rolou na minha programação.

Aplicativo

Você pode ouvir a rádio Mundo Livre direto no seu smartphone.

Disponível no Google Play Disponível na App Store

2020 © Mundo Livre FM. Todos os direitos reservados